B2W amplia prejuízo no 2o trimestre para R$64,6 mi

A companhia de varejo online B2W, controlada pelas Lojas Americanas, ampliou seu prejuízo no segundo trimestre, prejudicada pelo resultado financeiro e com aumento das despesas operacionais.

REUTERS

13 de agosto de 2014 | 21h57

A empresa informou nesta quarta-feira prejuízo líquido de 64,6 milhões de reais no período de abril a junho, alta de 31 por cento em relação ao prejuízo de 49,3 milhões de reais do mesmo período do ano passado.

A receita líquida atingiu 1,64 bilhão de reais, avanço de 36,2 por cento. Já as despesas operacionais somaram 332,2 milhões de reais, alta de 30,4 por cento.

O resultado financeiro líquido ficou negativo em 170,6 milhões de reais, crescimento de 48 por cento frente aos 115,3 milhões negativos do mesmo período do ano passado. As despesas financeiras subiram 51,7 por cento, para 243,3 milhões de reais.

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado foi de 116,1 milhões de reais, avanço de 32,8 por cento na comparação anual.

Em 30 de junho, a dívida líquida da companhia foi de 359,6 milhões de reais, o que representa 0,7 vez o Ebitda Ajustado acumulado dos últimos 12 meses.

O resultado saiu no mesmo dia em que a Lojas Americanas divulgou alta de 15,1 por cento no lucro líquido no segundo trimestre, para 40,5 milhões de reais.

(Por Luciana Bruno)

Tudo o que sabemos sobre:
VAREJOB2WDIGITALRESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.