B2W vai recorrer de decisão do Procon de suspender vendas

Empresa que administra os sites Americanas.com, Submarino e Shoptime afirma que multa e pena são desproporcionais à falta alegada pelo órgão de defesa do consumidor

Rodrigo Petry, da Agência Estado,

14 de março de 2012 | 17h47

A B2W, que administra os sites Americanas.com, Submarino e Shoptime, informou nesta quarta-feira, 14, em nota à imprensa, que vai recorrer no Judiciário da decisão do Procon, divulgada hoje no Diário Oficial de São Paulo, de suspender as vendas nos três sites, por 72 horas, a partir de amanhã (15), e da multa de R$ 1,7 milhão. O comunicado não informa, porém, se os sites vão estar funcionando ou não amanhã no Estado de São Paulo, onde é válida a decisão.

"A empresa vai recorrer da decisão e da multa. Agressão virulenta e infundada, violadora da garantia constitucional do livre comércio pela desproporcionalidade entre a multa, a pena e a alegada falta, correspondente a menos de 1% de todas as entregas, fato que acontece em absolutamente todo o mundo e sempre decorrente de causas distintas. Comprovado o atraso das encomendas neste porcentual, não é razoável a retirada dos sites da B2W do ar, nem a multa de quase 2 milhões de reais", afirmou o advogado da B2W, Sergio Bermudes, na nota.

Segundo o comunicado, as reclamações caíram 27,9% no segundo semestre do ano passado em relação ao mesmo período de 2010. Já no primeiro bimestre deste ano, a queda foi de 71,6% sobre o mesmo período de 2011. A fonte das informações citadas pela empresa é o Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec). 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.