bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Bahia atrai novos investimentos

O programa de incentivos fiscais do governo baiano está atraindo mais nove novas empreendimentos e projetos industriais para o Estado. Os investimentos globais desse lote são de R$ 76,3 milhões, conforme anunciou ontem a Secretaria de Indústria e Comércio, com uma expectativa de gerar quase 550 empregos. Quatro dessas empresas vão se instalar na região metropolitana de Salvador: a Azud Brasil, (que fabrica equipamentos de irrigação); a Polo Química, (produtora de tintas e vernizes); a EBP-Empresa Brasileira de Polímeros (botas industriais); e a CMV (granalha de aço).Na região sisaleira, o município de Valente receberá duas empresas, a Fibrasil-Fiação Brasileira de Sisal, que produzirá fios e cordas de sisal e a Heliodinâmica, fabricante de placas solares fotovoltaicas. Em Luiz Eduardo Magalhães, o mais novo município baiano, situado no oeste do Estado, será instalada uma unidade da Cotton-Oil Indústria e Comércio de Óleos Vegetais, fábrica de farelo e óleo semi-refinado de soja. Na mesma região, a WWW Agropecuária ampliará seu projeto industrial dobrando sua produção de grãos. Outra ampliação ocorrerá na Artplásticos que triplicará sua produção na sua fábrica situada no município de Jequié, sudoeste baiano.Todos os projetos serão beneficiados pelo Probahia, com qual o governo financia o pagamento do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviço (ICMS) nos dez primeiros anos de operação das novas empresas.

Agencia Estado,

05 de março de 2002 | 12h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.