Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Bahia terá uma "fábrica de moscas" para a fruticultura

O diretor presidente da Biofábrica Moscamed Brasil, Aldo Malavasi, confirmou na noite de hoje a liberação de R$ 2 milhões do Ministério da Ciência e Tecnologia para um projeto de controle da reprodução das moscas-das-frutas ? cujas larvas atacam os frutos de várias plantas cultivadas e silvestres ?, através da produção do macho estéril. A "fábrica de moscas" produzirá também vespas que atacam as larvas das moscas. Segundo a empresa, o método não trará desequilíbrio ambiental. A unidade será construída na Bahia e deverá atender também aos estados Ceará e Pernambuco. Na primeira fase, a Biofábrica deverá produzir 200 milhões de machos estéreis por semana. As atividades também envolverão a produção de 15 milhões de insetos/semana para combater a lagarta da macieira e 5 milhões de insetos/semana para o combate parasitóides. Cerca de 200 funcionários trabalharão direto na produção e mais 300 desempenharão atividades de suporte.Para Malavasi, a iniciativa é importante por garantir proteção da agricultura baiana, maior produtora de frutas do Nordeste brasileiro. ?Outro aspecto importante da biofábrica é a existência de uma grande demanda de controle natural de pragas em países como a Espanha, Portugal e Israel. E há possibilidades de transferência de tecnologia das biofábricas instaladas em outros países, estabelecendo um processo de pesquisa contínuo?, diz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.