Bahiagás fecha novo acordo de gás com a Petrobras

A Bahiagás, concessionária de gás natural canalizado da Bahia, assina amanhã o novo acordo de fornecimento do insumo, válido para o período entre 2008 e 2012. Segundo comunicado da estatal baiana, o compromisso garante a oferta de 5,1 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d) para a Bahia. A novidade, porém, está na inclusão das novas modalidades de fornecimento do insumo da Petrobras para as distribuidoras. A solenidade de assinatura do acordo será na Fundação Luís Eduardo Magalhães.Do volume de 5,1 milhões, 3,5 milhões de m³/d estão contratados como firme inflexível, ou seja, o fornecimento é obrigatório por parte da Petrobras. Outros 500 mil m³/d serão supridos à Bahiagás por meio do contrato firme flexível. Nesse caso, o abastecimento de gás pode ser cortado, sendo substituído por outro energético. A diferença de custos entre o gás e o combustível será compensada pela petrolífera, no limite do preço do óleo combustível.O volume restante de 1,1 milhão de m³/d será fornecido com base na modalidade interruptível, de modo que o fornecimento pode ser interrompido pela Petrobras. Nessa hipótese, a responsabilidade pela aquisição do insumo substituto é do próprio consumidor. Por conta dessa característica, a Bahiagás afirmou, no comunicado, que o preço do gás será mais atraente para o cliente na comparação com outros contratos.A companhia também informou que o acordo com a Petrobras introduz uma nova metodologia para precificar o insumo. A fórmula do gás é composta por uma parcela fixa e outra variável, que garante maior previsibilidade nos futuros reajustes. Além disso, também prevê mecanismos que garantem a competitividade do gás em relação a outros combustíveis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.