Balança argentina tem o melhor resultado desde 1993

O desempenho da balança comercial da Argentina nos primeiros seis meses de 2003 foi o melhor desde 1993. O país teve um lucro de quase US$ 1,5 bilhão em seu comércio exterior, comparando com o resultado do primeiro semestre de 2002. Levantamento realizado pela consultoria Ecolatina, fundada pelo ministro de Economia, Roberto Lavagna, e que tem como um dos diretores, o filho do ministro, o economista Marco Lavagna, mostra que nesse período o saldo da balança comercial foi 3,8% superior ao registrado em 1993. Esse resultado é explicado, segundo a Ecolatina, ?pelo aumento de 16% nas exportações, sendo que somente 5% são consequência do incremento das quantidades. Em compensação, o aumento de 38% das importações reflete crescimento de 39% nas quantidades e de só 1% nos preços.Os maiores aumentos de preços corresponderam aos combustíveis, 25% em relação ao primeiro semestre de 2002, e aos produtos primários: 19%. Os preços das manufaturas de origem agropecuária aumentaram 9%, e as de origem industrial, 2%. Embora a Ecolatina avalie que a melhora dos termos do intercâmbio poderia ter chegado ao fim, ?as condições existentes nos principais mercados de destino das exportações locais, antecipam uma continuidade expansiva das vendas ao exterior?. No entanto, para que isso se confirme, ? espera-se que a economia brasileira não continue retrocedendo no que resta do ano, e em 2004 retome a curva do crescimento. ?Assim, se o governo brasileiro conseguir conter a inflação e o aumento da dívida, e responder às exigências de expansão econômica, no próximo ano , o PIB aumentaria 3,5%?, prognosticou a Ecolatina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.