Balança comercial tem 2º pior saldo do ano em novembro

Comércio exterior obtém superávit de US$ 615 mi, saldo 62,4% inferior ao registrado no mesmo mês de 2008

Sandra Manfrini, da Agência Estado,

01 de dezembro de 2009 | 11h22

A balança comercial brasileira fechou o mês de novembro com um superávit de US$ 615 milhões. O saldo é 62,4% inferior ao registrado em novembro do ano passado, quando a balança foi superavitária em US$ 1,634 bilhão. Além disso, o saldo de novembro é o segundo pior do ano, atrás apenas do registrado em janeiro, quando a balança comercial foi deficitária em US$ 529 milhões. Em relação a outubro, o superávit de novembro foi 53,8% menor.

 

Segundo os dados divulgados nesta terça-feira, 1, pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), em novembro, que teve 20 dias úteis, as exportações somaram US$ 12,653 bilhões, com média diária de US$ 632,7 milhões, o que significa uma queda de 14,2% ante a média verificada em novembro do ano passado (US$ 737,7 milhões), e de 5,7% em relação a outubro último (US$ 670,6 milhões).

 

As importações totalizaram US$ 12,038 bilhões no mês, com média diária de US$ 601,9 milhões, uma queda de 8,2% em relação à média apurada em novembro de 2008 (US$ 656 milhões) e de 0,9% ante outubro deste ano (US$ 607,3 milhões).

 

No ano até novembro, a balança comercial acumula um superávit de US$ 23,202 bilhões. O resultado é 2,5% superior ao verificado em igual período de 2008 (US$ 22,644 bilhões). Apesar disso, a corrente de comércio (soma das exportações e importações) confirma a queda nas transações comerciais neste ano, como reflexo da crise financeira internacional.

 

De janeiro a novembro, a corrente de comércio somou US$ 253,862 bilhões, valor 26,5% menor que os US$ 345,604 bilhões registrados no mesmo período de 2008, segundo dados divulgados há pouco pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

 

No ano, as exportações somam US$ 138,532 bilhões, com média diária de US$ 607,6 milhões, o que representa uma queda de 23,8% ante a média verificada em igual período do ano passado (US$ 797,1 milhões). As importações totalizam US$ 115,330 bilhões no ano, com média diária de US$ 505,8 milhões, uma queda de 27,6% em relação à média verificada no acumulado janeiro/novembro de 2008 (US$ 699 milhões).

Tudo o que sabemos sobre:
Balança comercial

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.