Balança comercial tem déficit de US$ 939 milhões em setembro

É o desempenho mais fraco para o comércio exterior no mês em 16 anos; com esse resultado, o saldo comercial acumulado no ano voltou a ficar negativo, em US$ 690 milhões

Laís Alegretti e Victor Martins, O Estado de S. Paulo

01 de outubro de 2014 | 15h14

A balança comercial brasileira fechou setembro com um déficit de US$ 939 milhões, segundo os dados divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Com esse resultado, o saldo acumulado do ano voltou a ficar negativo (US$ 690 milhões), depois de, em agosto, a balança comercial ter ficado superavitária para o período acumulado no ano pela primeira vez em 2014. Até agosto, o superávit de 2014 era de US$ 249 milhões.

É o maior déficit comercial para o mês desde 1998, quando o saldo negativo havia sido de US$ 1,203 bilhão. A última vez que a balança do mês havia apresentado resultado deficitário foi em 2000 (-US$ 326,7 milhões).

O resultado de setembro ficou dentro do intervalo das expectativas levantadas pelo AE projeções, de déficit de US$ 1,1 bilhão a superávit de US$ 122 milhões, mas pior do que a mediana negativa de US$ 600 milhões.

Em setembro, as exportações somaram US$ 19,617 bilhões e as importações totalizaram US$ 20,556 bilhões. Nos nove primeiros meses de 2014, as exportações somaram US$ 173,635 bilhões e as importações, US$ 174,325 bilhões.

Na quarta semana de setembro houve um déficit de US$ 325 milhões. Na quinta semana, a balança teve um saldo positivo de US$ 142 milhões. 

O superávit da balança comercial brasileira acumula um valor de US$ 3,469 bilhões em 12 meses, de outubro de 2013 até setembro de 2014, segundo dados divulgados pelo MIDC.

Tudo o que sabemos sobre:
balança comercial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.