Balança comercial tem superávit de US$ 535 mi

O saldo da balança comercial na segunda semana de janeiro registrou um superávit de US$ 535 milhões. O resultado é inferior ao da primeira semana, quando os ganhos ficaram em US$ 745 milhões. A diminuição do índice foi decorrente do aumento de importações feitas pelo País: de US$ 1,533 bilhão, contra US$ 1,379 bilhão, na primeira semana. Isso significa mais divisas sendo enviadas ao exterior, sendo que o montante de exportações - as vendas brasileiras no mercado internacional - não acompanharam este ritmo.A média diária das importações foi de US$ 306,6 milhões na segunda semana. As exportações, por sua vez, foram menores: US$ 2,068 bilhões, contra US$ 2,124 bilhões na primeira semana. A média das vendas externas, na segunda semana, foi de US$ 413,6 milhões. O saldo acumulado no mês é de US$ 1,280 bilhão. Mesmo com a diminuição, o cenário vem apresentando melhora em 2006. Em relação ao ano passado, a média das exportações cresceu 18,3% e das importações, 16,2%. RecordeEm 2005,a balança comercial teve superávit recorde de US$ 44,764 bilhões ante US$ 33,662 bilhões em 2004. As exportações foram recordes e atingiram US$ 118,309 bilhões em 2005, uma alta de 22,6% sobre o mesmo período de 2004. As importações em 2005 cresceram 17,1% ante 2004, para US$ 73,545 bilhões. A corrente de comércio (soma de exportações e importações) também foi recorde, totalizando US$ 191,854 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.