finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Balança comercial teve superávit de US$ 4,428 bi em setembro

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 4,428 bilhões em setembro. As exportações no mês totalizaram US$ 12,549 bilhões, com média diária de US$ 627,5 milhões, e as importações somaram US$ 8,121 bilhões, com média diária de US$ 406,1 milhões. Segundo os dados divulgados nesta segunda-feira pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, as exportações cresceram 23,9% em relação a setembro de 2005, enquanto as importações subiram 35% no mesmo período. Na comparação com agosto, as vendas externas cresceram 5,8%, enquanto as importações cresceram 2,3%.Considerando-se apenas a quinta semana de setembro, o superávit comercial foi de US$ 1,340 bilhão, resultado de exportações no valor de US$ 3,419 bilhões e importações de US$ 2,079 bilhões. A média diária das importações na quinta semana de setembro foi de US$ 683,8 milhões, e das importações, US$ 415,8 milhões.No acumulado do ano, o superávit comercial é de US$ 34,002 bilhões. As exportações no ano somam US$ 100,713 bilhões, com média diária de US$ 535,7 milhões, um aumento de 16,8% em relação ao mesmo período de 2005. As importações no ano totalizam US$ 66,711 bilhões, com média diária de US$ 354,8 milhões, o que representa um aumento de 24% ante período de janeiro a setembro de 2005.Em 12 meses, a balança comercial brasileira registra superávit de US$ 46,083 bilhões. No mesmo período anterior, de outubro de 2004 a setembro de 2005, o saldo comercial era de US$ 41,216 bilhões. As exportações acumulam US$ 132,302 bilhões em 12 meses, com média diária de US$ 529,2 milhões. Segundo os dados do ministério do Desenvolvimento, as exportações cresceram 18,1% em relação ao mesmo período anterior pela média diária. Já as importações totalizam US$ 86,219 bilhões em 12 meses, com média diária de US$ 344,9 milhões, com aumento de 21,2% na comparação com o mesmo período de outubro de 2004 a setembro de 2005.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.