Balança tem terceiro melhor superávit, a US$ 1,071 bilhão

O saldo da balança comercial (exportações menos importações) na segunda semana de maio registrou o terceiro melhor superávit do ano, ao acumular US$ 1,071 bilhão. Segundo divulgou nesta segunda-feira o Ministério do Desenvolvimento e Comércio Exterior, o resultado perdeu apenas para a primeira semana de abril, quando o superávit foi de US$ 1,296 bilhão, e para a quarta semana de fevereiro, quando o resultado foi de 1,217 bilhão. O resultado da segunda semana também foi 21,70% maior na comparação com a semana anterior, que foi de US$ 880 milhões. Mas vale lembrar que no período teve apenas quatro dias úteis. As exportações no período somaram US$ 2,342 bilhões, com uma média diária de US$ 468,4 milhões. As importações ficaram em US$ 1,271 bilhão, com cerca de US$ 254,2 milhões ao dia. Em relação a maio do ano passado, a média das exportações cresceu 4,8%, mas a média das importações teve uma redução de 9,9%. Já na comparação com abril deste ano, a média das exportações, em maio, caiu 10% e das importações a queda também foi de 26,6%. Com o resultado desta segunda, o superávit acumulado no mês chega a US$ 1,951 bilhão e, no ano, US$ 14,389 bilhões. No acumulado do ano, a média das exportações cresceu 15,8% e das importações, 20,6%.Este texto foi atualizado às 10h55.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.