Balanço de pagamentos tem déficit de US$ 837 milhões

O Brasil fechou o mês de junho com um déficit de US$ 837 milhões no seu balanço de pagamentos. Apesar do resultado superavitário recorde em transações correntes, o balanço de pagamentos acabou registrando um saldo negativo por conta do déficit apurado na conta de capital. Em junho, essa conta registrou déficit de US$ 2,457 bilhões.De acordo com o documento divulgado há pouco pelo Banco Central, boa parte desse resultado negativo é justificado pelo pagamento efetuado pelo País ao FMI no mês passado, no valor de US$ 1,3 bilhão. Considerando apenas o resultado da conta de capital e de transações correntes, o balanço de pagamentos em junho teria ficado negativo em US$ 399 milhões. Mas como foi contabilizado um déficit de US$ 438 milhões no cálculo de erros e omissões, o balanço de pagamentos acabou fechando o mês com resultado global negativo de US$ 837 milhões.O que é balanço de pagamentos? O Balanço de pagamentos é o registro contábil de todas as transações de um país com outros países do mundo. É formado pela balança de transações correntes e a conta de capital. A balança de transações correntes é composta pela balança comercial (exportações - importações), a balança de serviços (Fretes pagos e recebidos de navios estrangeiros, juros de empréstimos estrangeiros, lucros remetidos e recebidos do exterior, etc.) e as transferências unilaterais (donativos). Na balança de capitais são registrados o capital das firmas estrangeiras que ingressam no País, o capital estrangeiro que ingressa sob a forma de empréstimos, os empréstimos do FMI etc.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.