BAM analisa setor bancário

Júlio Ziegelmann, da BankBoston Asset Management (BAM), comenta que o desempenho negativo para os papéis do setor bancário reflete uma preocupação do investidor em relação à administração da dívida do País, principalmente nesse ano em que há troca de governo e mudança na condução da política econômica. "Os bancos são os maiores credores dessa dívida. Por isso, se houver uma reestruturação dos pagamentos, os bancos serão muito afetados", explica. Ainda assim, as ações de bancos tiveram um resultado muito melhor do que o Índice da Bolsa de Valores de São Paulo (veja link abaixo).O executivo da BAM explica que essa tem sido, principalmente, a avaliação dos investidores em relação às ações do setor de bancos. Isso porque, com os problemas na Argentina, aumentou o medo, para esses investidores, de que o mesmo aconteça no Brasil. "O mesmo não acontece com os investidores brasileiros, segundo Ziegelmann. "Aqui, há uma maior familiaridade com a capacidade das instituições financeiras em atravessar períodos de crise", avalia. Mas, para quem tem recursos novos e pretende investi-los no mercado de ações, Ziegelmann não recomenda a compra de papéis desse setor. Segundo ele, mesmo que haja uma melhora da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), tais ações vão levar mais tempo para se recuperar. "Há outras opções com maiores chances de ganho na Bolsa e mais rápido", afirma.De qualquer forma, para quem quer diversificar seus recursos adquirindo ações desse segmento, Ziegelmann destaca os papéis do Unibanco. O preço-alvo, em 12 meses, segundo o executivo, é de R$ 87. Isso significa uma projeção de ganho de 5,77% em relação ao fechamento de ontem, o que é considerado muito baixo, se comparado ao rendimento oferecido pelas aplicações em renda fixa, em torno de 18% para o mesmo período.Uma opção com maiores chances de ganho são as ações preferenciais (PN, sem direito a voto) do Itaú, segundo Ziegelmann. Ele acredita que o desempenho desse papel deve superar o Ibovespa, podendo resultar em ganho de 18,71%, levando-se em conta o preço-alvo de R$ 168 para 12 meses. Veja no link abaixo o lucro de alguns bancos no primeiro semestres.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.