Banc of America vê mais baixas contábeis e prejuízos em bancos

O Banc of America Securitiesespera que o Merrill Lynch e o UBS registrem baixas contábeisde 3,5 bilhões e 7 bilhões de dólares, respectivamente, nosegundo trimestre e prevê um prejuízo no período para os bancosde investimentos. O analista Michael Hecht espera contínuas baixas noinventário de ativos com problemas, duras comparações efraqueza em diversas áreas de vendas e corretagem no segundotrimestre. Hecht prevê um prejuízo de 1 dólar por ação do Merrill,contra sua previsão anterior de lucro de 0,21 dólar por ação,afirmando que as baixas contábeis em obrigações de débitocolateralizado e exposições relacionadas às hipotecas de altorisco (suprime) serão mais severas que as expectativasanteriores. O analista alterou também sua estimativa para o UBS nosegundo semestre, de um lucro de 0,31 dólar por ação para umprejuízo de 1,70 dólar por ação, afirmando que a exposição dainstituição ao subprime ofuscou outros segmentos do grupo,incluindo administração de riqueza, banco de investimento egestão de ativos. O desaquecimento econômico e a ainda grande exposição dosbalanços às hipotecas residenciais e comerciais sugerem umambiente com falta de horizonte e baixa visibilidade para osgrandes bancos de investimento ao longo do ano, segundo Hecht.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.