Bancários de São Paulo aprovam suspensão temporária da greve

O Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região aprovou na tarde desta quinta-feira, em assembléia, a suspensão temporária da greve da categoria, seguindo recomendação da Executiva Nacional, que se reuniu hoje em Brasília.De acordo com o presidente do sindicato, Luiz Cláudio Marcolino, a greve será suspensa até o dia 20, quando um novo encontro definirá pela retomada da paralisação e mobilizações no dia 21, quando está previsto o julgamento do dissídio coletivo da categoria pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST)."Decidimos que os pontos prioritários para a suspensão da greve é que os dias parados não sejam descontados; a reabertura das negociações específicas com o Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal; e discussão de cláusulas econômicas (abono e índice de reajuste salarial) com Fenaban, CEF e BB", afirmou o sindicalista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.