Bancários de SP realizam 3º dia de greve e fazem manifestação

Atividades nos prédios dos bancos Santander, Safra, Unibanco, HSBC e BB estão paralisadas, diz sindicato

AE, Agencia Estado

10 de outubro de 2008 | 11h32

Os bancários de São Paulo, Osasco e Região entraram nesta sexta-feira em seu terceiro dia de greve. Segundo informações do sindicato da categoria, as atividades nos prédios administrativos dos bancos Santander, Safra, Unibanco, HSBC e Banco do Brasil estão paralisadas. Nas agências bancárias, a greve teve início na região central da capital paulista e deve se estender para as demais regiões da cidade durante o dia.  Durante a manhã, um grupo de bancários do prédio administrativo do Banco Safra ocupou a calçada da Avenida Paulista, próximo à Rua Augusta. De acordo com a CET, o protesto não atrapalha o trânsito no local. Nem a Polícia Militar nem a CET deram informações sobre o número de manifestantes. Segundo o Sindicato da categoria, os bancários planejam fazem uma passeata pelas ruas do Centro a partir das 15 horas, saindo da bolsa de Valores, na rua XV de Novembro.Segundo balanço do sindicato, ontem pararam 744 agências bancárias e 11 centros administrativos, onde estão instaladas as centrais de atendimento telefônico e da área de sistemas do Itaú, Bradesco, Real, Unibanco, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. Estima-se que 35.150 bancários foram abrangidos pela greve, o que representa 29,3% dos 120 mil trabalhadores da base de São Paulo, Osasco e Região.A categoria reivindica aumento real de 5% (além da inflação de 7,15%), valorização dos pisos, auxílio-creche de R$ 415, vale-refeição de R$ 17,50 por dia, além de Participação nos Lucros e Resultados (PLR) composta de três salários mais valor fixo de R$ 3.500. Os bancários rejeitaram, no dia 24 de setembro, a proposta dos banqueiros que previa reajuste de 7,5% e PLR menor do que a paga no ano passado. Até agora não há negociação marcada.

Tudo o que sabemos sobre:
grevebancos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.