Bancários decidem se aceitam proposta salarial de banqueiros

A Executiva Nacional dos Bancários, formada pela Confederação Nacional dos Bancários (CNB), mais sindicatos e federações vinculadas à Central Única dos Trabalhadores (CUT), deverá decidir hoje às 15 horas se aceita a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), que, entre outros pontos, prevê aumento de salarial de 8,5%, mais R$ 30,00 para quem ganha por mês até R$ 1.500,00. Os bancários pedem um aumento de 19% e que não sejam descontados os dias parados de quem participou da recente greve da categoria. Segundo a CNB, tal paralisação durou 30 dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.