Bancários devem aprovar indicativo de greve na 3ª

Dirigentes de sindicatos regionais de bancários devem aprovar indicativo de greve da categoria em todo o País na próxima terça-feira, dia 31, em São Paulo, durante reunião plenária da Confederação Nacional dos Bancários (CNB). O encontro está agendado desde a última reunião da Direção Executiva da CNB, no dia 13, e tende a estabelecer a programação da greve dos bancários, cuja data-base é 1º de setembro. De acordo com a CNB, até o momento, a Federação Nacional dos bancos (Fenaban) não agendou novas negociações em torno da campanha salarial da categoria. A última proposta dos bancos foi de reajuste salarial de 6%, rejeitada pelos trabalhadores, que, por sua vez, exigem 25% (6,22% de reposição da inflação mais 17,68% de aumento real), participação nos Lucros e Resultados (PLR) de um salário, mais R$ 1.200, além de 14º salário e 13º em tíquete. Ontem, os bancários realizaram manifestações na Avenida Paulista, em São Paulo, impossibilitando a abertura das agências. Hoje, realizaram somente alguns atos públicos em cidades do interior de São Paulo e do Rio Grande do Sul.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.