Bancários devem entrar com pedido de dissídio no TST

A Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Entidades de Crédito (Contec) deverá ingressar hoje, às 16h30, no Tribunal Superior do Trabalho (TST), com pedido de dissídio coletivo para resolver o impasse nas negociações salariais entre bancários e bancos de todo o País. A falta de entendimento entre as partes sobre as reivindicações de reajuste salarial dos bancários já tornou a greve da categoria, que hoje completa seu 27º dia, a mais longa de sua história. Há duas semanas, o presidente do TST, ministro Vantuil Abdala, se ofereceu para atuar como mediador entre as partes, chegando a se reunir, em separado, com dirigentes sindicais de bancários e órgãos de classe dos bancos, mas não conseguiu levar as partes a um entendimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.