finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Bancários do RJ em greve garantem pagamento de aposentados

O vice-presidente do Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro, José Alexandre Costa, afirmou hoje que os bancários do Rio de Janeiro estão cada vez mais dispostos a permanecer em greve. Ele negou que a categoria possa ter ficado assustada com a decisão do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo, que concedeu medida liminar determinando a abertura de todas as agências bancárias no Estado com pelo menos 60% dos funcionários em cada uma delas.Porém, ele fez questão de ressaltar que, apesar do empenho de continuar no movimento, a greve também tem uma "preocupação humanitária". "Vamos garantir que todos os aposentados e pensionistas do Rio possam receber seus vencimentos, a partir de amanhã, dia 1º. Estamos discutindo como isso pode ser feito, e acalmando a ala mais radical do movimento, que não gosta da idéia. Mas vamos cumprir isso", disse. Segundo ele, os detalhes de como isso acontecerá ainda não estão definidos, mas a diretoria do sindicato no Rio está empenhada em atender aos pensionistas e aposentados.Ele informou ainda que a adesão à greve no estado gira em torno de 70%, dentro do universo de 40 mil bancários existente no estado. No final da tarde o sindicato realiza mais uma assembléia, que será realizada provavelmente na Galeria dos Empregados do Comércio do Rio. A categoria está em greve desde o dia 15, reivindicando 25% de reajuste salarial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.