Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Bancários do RJ querem intermediação de Berzoini

O Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro vai pedir a intermediação do ministro do Trabalho, Ricardo Berzoini, na negociação salarial da categoria com os banqueiros. A proposta será enviada hoje, por meio de ofício assinado pelo presidente da entidade, Vinicius Assumpção, e pelo secretário-geral Carlos Augusto Aguiar. Carlos Aguiar disse que o ministro do Trabalho é a pessoa certa para restabelecer as negociações entre as partes, já que foi presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo e da Confederação Nacional dos Bancários.Ele informou que outra medida será um pedido de audiência com a Secretaria de Segurança Pública do Estado para esclarecer o comportamento da Polícia Militar na greve da categoria. Segundo o secretário, a PM chega a abrir agências e a pressionar funcionários a trabalhar, para fazer valer o interdito. Trata-se de um instrumento jurídico pelo qual as instituições financeiras reclamam o direito de propriedade, obrigando os bancários a retornar ao trabalho e os grevistas a permanecer longe das agências.As informações são da Agência Brasil.

Agencia Estado,

23 de setembro de 2004 | 12h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.