Bancários entregam amanhã reivindicações à Fenaban

Mobilização de bancários marcada para o centro de São Paulo dá início à campanha nacional da categoria amanhã (1º), dia em que será entregue à Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) a pauta de reivindicação dos trabalhadores com pedido de reajuste salarial de 10,25% - reposição da inflação mais 5% de reajuste real.

BEATRIZ BULLA, Agencia Estado

31 de julho de 2012 | 12h19

Os bancários pedem também piso salarial no valor de R$ 2.416,38 e participação nos lucros e resultados (PLR) de três salários mais R$ 4.961,25 de parcela fixa. Entre as reivindicações, consta ainda a valorização de vales-refeição e alimentação no valor de um salário mínimo (R$ 622), fim de metas consideradas "abusivas", segurança e auxílio-educação.

A mobilização começa na Rua São Bento, às 12 horas, e os participantes seguirão pelas ruas Quitanda, Álvares Penteado, Tesouro e XV de Novembro até chegar à Praça Antonio Prado. A pauta de reivindicações será entregue às 17h30 na sede da Fenaban em São Paulo.

Entre 20 e 22 de julho, representantes de bancários de todo o Brasil se reuniram em Curitiba para definir a Campanha Nacional Unificada. O País tem quase 500 mil bancários e cerca de 140 mil estão na base do Sindicato de São Paulo, Osasco e Região. Entre 2004 e 2011, a categoria conseguiu aumento real acumulado de 13,93%. A data-base dos bancários é 1.º de setembro.

Tudo o que sabemos sobre:
bancáriosFenaban

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.