finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Bancários marcam nova reunião com Itaú e Unibanco para dia 9

Será a segunda reunião da categoria com as direções dos dois bancos após o anúncio da fusão dos bancos

Carolina Ruhman, da Agência Estado

14 de novembro de 2008 | 18h12

Os bancários vão se reunir novamente com as direções do Itaú e do Unibanco no dia 9, em São Paulo, segundo o Sindicato dos Bancários. Será a segunda reunião da categoria com as direções dos dois bancos após o anúncio da fusão.   Veja também: Crise financeira afeta atividades da GM nos EUA e Brasil De olho nos sintomas da crise econômica  Lições de 29 Como o mundo reage à crise  Dicionário da crise  Entenda a disparada do dólar e seus efeitos   No primeiro encontro, segunda-feira, os bancários pressionaram as duas instituições a assinar um documento de compromisso para que não haja demissões durante a integração das operações. Apesar de os presidentes do Itaú e Unibanco terem garantido o emprego dos mais de 104 mil funcionários das duas instituições, os bancários querem assinar um documento.   No mesmo encontro, as diretorias do Itaú e do Unibanco garantiram que não haverá fechamento de agências durante e após o processo de integração resultado da fusão. Os dois bancos somam atualmente 4.800 agências e PABs.

Tudo o que sabemos sobre:
BancáriosItáuUnibanco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.