Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Bancários se reúnem com Banco Rural para solucionar demissões

Após a demissão de 418 funcionários e o fechamento de 14 agências do Banco Rural na última sexta-feira, o Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte se reúne hoje com a diretoria da instituição para tentar resolver o que o presidente do sindicato, Fernando Neiva, classificou como uma "crise muito dura". "O Banco Rural tem um balanço que mostra que ele tem oxigenação, com um patrimônio líquido de R$ 525 milhões. É possível achar uma saída", afirmou Neiva.Mas os funcionários do banco ainda não possuem uma garantia de que não ocorrerão novas baixas no quadro de funcionários. "É uma política errada (demissão em massa), mas não sabemos se haverá novas demissões", ressaltou Neiva. O Banco Rural passa por uma crise desde 2002, quando possuía 81 agências e 2200 funcionários. Hoje restam 29 agências e cerca de 800 funcionários.

Agencia Estado,

23 de janeiro de 2006 | 17h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.