bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Banco Central da Nova Zelândia eleva juro a 2,75%

O Banco Central da Nova Zelândia se tornou hoje a primeira autoridade monetária das nações desenvolvidas a elevar a taxa de juros, à medida que as economias ocidentais emergem da crise financeira global. O banco anunciou que elevou a taxa de juros em 25 pontos-base, para 2,75%.

AE, Agencia Estado

12 de março de 2014 | 17h45

A taxa de juros estava em uma mínima recorde de 2,5% desde março de 2011, quando o BC anunciou um corte de 50 pontos-base para ajudar a economia a enfrentar uma série de terremotos devastadores. Todos os 13 economistas consultados pelo The Wall Street Journal tinham previsto uma aumento dos juros.

O forte crescimento econômico e o aumento das pressões inflacionárias significam que "o atual grau de estímulo monetário não é mais necessário", disse o presidente da instituição, Graeme Wheeler, em um comunicado após a decisão. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Nova ZelândiaBCjurotaxa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.