Banco central dos EUA destaca crescimento ?vigoroso?

Na reunião em que decidiram elevar a taxa básica de juros pela primeira vez em quatro anos, os integrantes do Comitê de Mercado Aberto do Federal Reserve (banco central norte-americano) mostraram-se confiantes de que haviam articulado um crescimento "vigoroso", mas manifestaram incerteza sobre a rapidez com que a inflação poderia ganhar impulso. É o que mostra a minuta da reunião do comitê realizada nos dias 29 e 30 de junho, divulgada hoje pelo Fed.Os participantes da reunião não se mostraram preocupados com a desaceleração na geração de postos de trabalho que os indicadores evidenciavam, mas preferiram que o comunicado falasse em "melhora nas condições do mercado de mão-de-obra", e não em "aceleração das contratações", como dizia o texto divulgado ao fim da reunião anterior.O documento também indica que nem todos os integrantes do comitê eram favoráveis a incluir no comunicado a referência a um "ritmo comedido" de apertos da política monetária (alta de juros). Alguns membros preferiam omitir qualquer referência ao ritmo futuro das elevações das taxas de juro. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.