Banco Central dos EUA esperava "inflação estável" no País

Em sua reunião de 14 de dezembro, os integrantes do Comitê de Mercado Aberto do Federal Reserve norte-americano (Fomc) pretendiam prosseguir com sua campanha de apertos monetários ao longo dos próximos meses e acreditavam que isso seria suficiente para conter as pressões inflacionárias. É o que diz a minuta daquela reunião, divulgada na tarde desta terça-feira pelo Fed. É a primeira vez que o Fed divulga a minuta de uma reunião do Fomc antes que se realize a reunião seguinte, marcada para 2 de fevereiro. Antes disso, as minutas das reuniões eram divulgadas seis semanas depois de sua realização.O documento relativo à reunião de dezembro indica que os participantes encaravam a recuperação da economia norte-americana como "firmemente estabelecida"; eles esperavam que o ritmo de geração de empregos se acelerasse. Os integrantes do Fomc acreditavam que a inflação permanecesse baixa, desde que o Fed mantivesse sua campanha de elevação gradual das taxas de juro de curto prazo. "No fim das contas, eles viam os riscos diante de uma inflação estável como equilibrados. Mas, com a expansão econômica estabelecida de maneira mais firme, as preços de custos e preços provavelmente se tornariam um risco de médio prazo mais claro para um desempenho econômico bom e sustentado, a não ser que deixassem de ocorrer novas reduções na acomodação da política", diz a minuta da reunião, cuja íntegra já está disponível em www.federalreserve.gov. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.