Banco Central Europeu ajudará a monitorar progresso da Grécia, diz Trichet

Instituição vai trabalhar junto com a Comissão Europeia para observar evolução do país na redução da dívida 

Danielle Chaves, da Agência Estado,

12 de fevereiro de 2010 | 08h33

O Banco Central Europeu (BCE) vai trabalhar junto com a Comissão Europeia para monitorar o progresso da Grécia na redução de sua pesada dívida, afirmou Jean-Claude Trichet, presidente do BCE, em um comunicado divulgado nesta sexta-feira, 12. Trichet elogiou o compromisso do governo grego de fazer "o que for necessário" para colocar suas contas fiscais em ordem.

 

O comunicado de Trichet destacou "a necessidade de todos os Estados membros conduzirem políticas nacionais sólidas", em linha com as determinações das regras da União Europeia. Trichet também disse que o BCE vai trabalhar com a Comissão Europeia - o braço executivo do bloco - para monitorar como a Grécia está implementando seu plano de redução de dívida e para elaborar medidas adicionais, se necessário. "Podem contar com nossa atenção permanente a respeito disso", disse Trichet.

 

As declarações de Trichet foram feitas um dia depois de líderes da União Europeia prometerem dar suporte à Grécia durante sua crise de dívida, embora não tenham oferecido medidas concretas e tenham observado que a Grécia não pediu ajuda financeira. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
BCE, Trichet, Grécia, dívida

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.