Banco Central Europeu deve se focar na inflação, diz Trichet

O Banco Central Europeu precisa semanter concentrado no combate à inflação frente ao umasignificativa correção do mercado em andamento, disse opresidente da instituição, Jean-Claude Trichet, a parlamentaresnesta quarta-feira. "Em tempos exigentes de correção significativa do mercado eturbulências, é responsabilidade do banco central acabar com asexpectativas de inflação para evitar mais volatilidade emmercados já voláteis", afirmou Trichet. Trichet, falando ao Parlamento Europeu em conferência sobresupervisão econômica, afirmou que estava se atendo ao panoramaeconômico do BCE, que prevê o crescimento caindo para cerca de2 por cento este ano. "Neste estágio creio que temos que olhar o que estáacontecendo na economia real, temos um cenário base e nesteestágio não vou modificá-lo", afirmou. "Os riscos são o pior panorama quando se trata destecenário. Não há nada de novo e eu já disse isso no passado.Vamos observar agora como a economia real se desenvolve nofuturo porque pode haver efeitos na inflação", acrescentou. Segundo Trichet, as lições sobre supervisão do mercadofinanceiro devem ser tiradas das turbulências do mercado quedesde agosto segue a crise das hipotecas de alto risconorte-americanas. "Apesar da atual correção do mercado ser particularmentecomplexa, multidimensaional e corrente, parece-me que jásabemos o número de áreas onde é certo que haverá melhoras",explicou. Para Trichet, as mudanças são necessárias para ogerenciamento de risco dos bancos, o sistema Basel 2 de quantoos bancos devem colocar de lado para emergências, e paraincentivar outros no setor de empréstimos imobiliários. Trichet não comentou o corte surpresa na taxa de juros doFederal Reserve, de 0,75 ponto percentual.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.