Banco central japonês mantém juros em 0,1% ao ano

O comitê de política monetária do Banco do Japão (BOJ, o banco central do país) decidiu hoje, em votação unânime, manter a taxa de juros em 0,1% ao ano, enquanto experimenta formas alternativas de fazer com que as instituições financeiras liberem dinheiro. O BC japonês disse que não vai tolerar que o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) do país fique igual ou abaixo de zero, numa aparente elevação do tom de sua retórica contra a deflação. O BOJ também afirmou que as previsões dos membros de seu comitê para a inflação anual giram em torno de 1%.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

18 de dezembro de 2009 | 07h35

Ao anunciar a decisão sobre a taxa de juros, o BC disse que vai implementar a política monetária tendo em vista sua posição em relação aos preços e ao mesmo tempo avaliando vários fatores de risco, inclusive os desequilíbrios financeiros. A autoridade monetária afirmou, no entanto, que mantém suas estimativas econômicas para o mês de dezembro, declarando que a economia japonesa está se recuperando graças a várias medidas de política monetária adotadas no país e no exterior. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
JapãojurosBC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.