Banco Central lança sistema online para consulta de operações de crédito

Por meio do Registrato, cidadão pode ter acesso às informações sobre crédito e outras operações no sistema financeiro, como dívida de cartão de crédito de até R$ 1 mil

Francisco Carlos de Assis e Victor Martins, Agência Estado

17 de novembro de 2014 | 19h57

O Banco Central anunciou há pouco a criação do sistema Registrato, que permite ao cidadão ter acesso, pela internet, às informações sobre suas operações de crédito e outros relacionamentos com o sistema financeiro, como dívida de cartão de crédito de até R$ 1 mil.


Segundo a instituição, com o novo sistema, para obter essas informações, os cidadãos não precisarão mais se deslocar às representações do BC ou remeter pelos correios solicitação com firma reconhecida em cartório e cópias de documentos pessoais também autenticadas. 


De acordo com Fernando Dutra, chefe do Departamento de Atendimento Institucional do BC, o fator crítico da instituição para dar as informações é a identificação do cidadão. Mas a autarquia, segundo dele, utiliza um ambiente eletrônico de máxima de segurança para revalidar os dados do cliente. 


O primeiro passo a ser dado pelo cidadão é entrar no site do BC. Na primeira página do site, o cidadão encontra o link do Sistema Registrato onde ele digitará o CPF e fornecer uma frase de segurança.


Depois o cliente acessa o internetbanking de seu banco e, com a frase de segurança validada pelo BC, digita uma chave de segurança e, a partir daí, obtém uma senha para acessar o sistema sempre que quiser.


O sistema Registrato contou com a colaboração do Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e Associação Brasileira de Bancos (ABBC). De acordo com a Febraban, 90% dos bancos já estão aptos para atender as demandas.

Tudo o que sabemos sobre:
Banco CentralBCregistratocrédito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.