Banco da Coréia do Sul mantém taxa de juros em 5%

O Banco da Coréia do Sul (BOK, o banco central do país) decidiu ontem manter sua taxa de juros inalterada em 5%, pelo nono mês consecutivo, devido à alta dos preços dos produtos importados.Alguns analistas estavam prevendo um corte na taxa de juros durante o encontro do Comitê de Política Monetária do BOK, por causa do aumento das preocupações sobre uma desaceleração econômica.A decisão, somada ao enfraquecimento do won e à contínua alta dos preços, pode provocar questionamentos dos analistas do mercado se o tão falado corte dos juros ocorrerá no próximo encontro do comitê, que ocorrerá em junho.Em comunicado, o banco disse que os riscos de desaceleração econômica interna e externa estão crescendo e os de alta de inflação também, particularmente se os preços do petróleo se mantiverem elevados."Se os preços do petróleo e a taxa de câmbio dólar/won continuarem altos, o crescimento econômico neste ano poderá desacelerar antes do esperado e o déficit da conta corrente também crescerá", disse o BOK. As informações são da Dow Jones

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.