Banco do Brasil reduz juros após decisão do Copom

O Banco do Brasil anunciou na noite desta quarta-feira a redução das taxas de juros para cheques especiais, cartões de crédito e linhas de crédito direto ao consumidor (CDC). A medida acompanha decisão do Copom de reduzir em 0,25 ponto porcentual a taxa Selic, para 13% ao ano, possibilitando a diminuição dos custos de captação e o repasse desse benefício para os preços de algumas linhas de crédito. As novas taxas entram em vigor no dia 1º de fevereiro. As taxas mínimas do cheque especial e dos cartões de crédito foram reduzidas para 1,98% ao mês e as máximas para 7,68% ao mês.O Banco do Brasil reduziu também as taxas de juros de linhas de crédito destinadas às micro e pequenas empresas. O BB Giro Automático, direcionado às empresas que faturam atém R$ 500 mil por ano, teve a taxa reduzida para 2,4% a.m. Já o BB Giro Rápido, que atende empresas com faturamento anual de até R$ 5 milhões, passa a ter taxa mínima de 2,15% ao mês e máxima de 2,48% ao mês. As taxas do Cheque Ouro Empresarial - cheque especial das empresas -, também estão menores - a taxa mínima é de 5,03% ao mês e a máxima, de 7,61% ao mês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.