Banco do Brasil vai abrir agência na China

O maior banco brasileiro será a primeira instituição latino-americana a instalar uma agência naquele país

Murilo Rodrigues Alves, O Estado de S.Paulo

27 de março de 2014 | 02h03

BRASÍLIA - O Banco do Brasil obteve as autorizações dos órgãos reguladores chineses para abrir sua primeira agência bancária na China este ano, possivelmente ainda no primeiro semestre. O maior banco brasileiro será a primeira instituição latino-americana a instalar uma agência naquele país. Em solo chinês, estão 92 bancos estrangeiros, sendo 42 subsidiárias e 180 escritórios de representação.

Neste momento, o BB trabalha para conectar seus sistemas com os dos reguladores locais, além de fazer ajustes para compatibilizar as plataformas de TI utilizadas por suas dependências no exterior. Alguns procedimentos burocráticos ainda precisam ser realizados para atender exigências locais, como informar à China Banking Regulatory Commission (CBRC) o dia de entrada em funcionamento e publicar um anúncio relativo à abertura da agência em jornal de grande circulação da China.

O BB tem um escritório de representação em Xangai, que foi inaugurado em 2004. Os escritórios do BB no exterior estão voltados principalmente para a viabilização de negócios de empresas e bancos estrangeiros com empresas brasileiras. O BB pretende mais que dobrar o número de funcionários do escritório chinês com a contratação de mais 20 pessoas.

O escritório na China será elevado à categoria de agência de olho no volume de negócios entre os dois países. A China é o principal parceiro comercial do Brasil. As exportações para o país em 2013 somaram US$ 46 bilhões, recorde histórico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.