finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Banco do Estado do Maranhão pode ser vendido em janeiro

O diretor de Liquidações e Desestatização do Banco Central, Antonio Gustavo Matos do Vale, disse hoje que espera vender o Banco do Estado do Maranhão (BEM) na primeira quinzena de janeiro do próximo ano. Neste momento, o BEM está passando por um processo de avaliação feito por dois consórcios de empresas. Sobre as privatizações dos bancos de Santa Catarina, Ceará e Piauí, o diretor disse que ainda não tem nenhum prazo para a venda dos mesmos. Ele também informou que o Conselho Monetário Nacional (CMN) decidiu hoje aprovar a criação de um Fundo de Contingência de R$ 25 milhões para o BEM. Esse Fundo, segundo Matos do Vale, pode ser usado para fazer frente ao aparecimento de passivos trabalhistas e fiscais anteriores ao ano de 2000, quando o banco foi federalizado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.