Banco do Japão mantém juros baixos para recuperação

O Banco do Japão (BOJ, central) decidiu nesta quinta-feira manter a taxa básica de juros em 0,25%, ao fim de uma reunião de dois dias do seu comitê monetário, em Tóquio.O BOJ concluiu que por enquanto é preciso manter a vigilância da inflação e do consumo para constatar a firmeza da recuperação econômica do Japão e verificar se os seus resultados já chegaram à população.Os analistas estavam divididos sobre a decisão da autoridade monetária, especialmente depois das fortes pressões exercidas pelo governo. Finalmente, a manutenção dos juros em 0,25% foi aprovada por seis membros do comitê. Três votaram contra.Poucos dias atrás havia praticamente unanimidade dos analistas, que previam um aumento em 0,25 ponto porcentual, depois da alta aprovada em julho de 2006. No entanto, o cenário mudou na quarta, quando a maioria dos observadores se inclinou por uma manutenção da taxa. Muitas vozes dogoverno alertavam para os efeitos negativos de uma possível elevação sobre a incipiente recuperação do consumo.O Executivo temia que um aumento dos juros pusesse em risco a melhora da segunda economia do mundo. Os últimos dados econômicos apontam para uma recuperação, após muitos anos de recessão.A economia japonesa vive agora uma fase de expansão, mas ainda a um ritmo lento: 0,8% no último trimestre conhecido (julho-setembro).O aumento anualizado dos preços no atacado foi de 2,5% em dezembro, na 34ª alta consecutiva. A produção industrial cresceu 0,8% em novembro em relação a outubro, acima do previsto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.