Banco do Japão mantém taxa de juro em 0,50%

Nesta tarde, banco central deve divulgar a previsão de crescimento do país para o ano fiscal de 2008

Efe,

30 de abril de 2008 | 02h42

O Banco do Japão (BOJ) decidiu nesta quarta-feira, 30, manter a taxa de juro em 0,50%, como era esperado pelos analistas. Após uma reunião de um dia realizada em Tóquio sob a direção de seu novo governador, Masaaki Shirakawa, o comitê monetário do banco optou por não alterar a taxa interbancária. A entidade emissora japonesa entendeu que no atual contexto econômico não há razões para alterar a taxa de juro, que no Japão se encontra a um nível muito mais baixo do que no resto das grandes áreas monetárias. Está previsto que o BOJ divulgue esta tarde sua previsão de crescimento para o Japão no ano fiscal 2008 (que termina em março de 2009), que possivelmente será reduzida para baixo. Em outubro, a entidade emissora japonesa tinha calculado um crescimento econômico de 2,1% para o atual ano fiscal, mas, segundo a agência local Kyodo, essa previsão será reduzida a 1,5%. Para o ano fiscal 2009, a Kyodo indicou que o BOJ deve situar a previsão entre 1,5% e 1,9%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.