Banco do Japão mantém taxa de juros em 0,50% ao ano

É a 16ª reunião consecutiva na qual a entidade não modifica a taxa; última alteração foi em fevereiro de 2007

Efe,

13 de junho de 2008 | 02h44

O Banco do Japão (BOJ, banco central japonês) decidiu nesta sexta-feira, 13, manter as taxas de juros em 0,50% ao ano, apesar dos sinais de arrefecimento da economia japonesa. Após uma reunião de dois dias realizada em Tóquio, a diretoria do banco central japonês decidiu, de forma unânime, manter a taxa. A medida foi tomada em um momento no qual aumentam os temores inflacionários e de arrefecimento econômico no país, devido a quedas das exportações, dos investimentos e do consumo. Esta foi a 16ª reunião consecutiva na qual a entidade não modifica a taxa de juros, que foi alterada pela última vez em 21 de fevereiro de 2007. O novo governador do Banco do Japão, Masaaki Shirakawa, alertou recentemente que a economia japonesa está se desacelerando, e que há um alto grau de incerteza neste momento. Neste sentido, o BOJ rebaixou no final de abril em seis décimos sua previsão para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) japonês em 2008, para 1,5%. O Governo japonês informou esta semana que a economia japonesa cresceu a um ritmo anual de 4% entre janeiro e março de 2008, acima dos 3,3% registrados em maio. Apesar dos dados terem ficado acima das previsões, os analistas dão como certa uma desaceleração econômica nos próximos meses.

Tudo o que sabemos sobre:
Banco do Japãotaxa de juros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.