Banco dos EUA eleva projeção de crescimento do Brasil

O banco de investimento norte-americano UBS Warburg revisou a projeção de crescimento do PIB brasileiro neste ano de 3,8% para 4%. O aumento é explicado pela revisão para cima da produção industrial para 6,3% contra taxa de crescimento anterior de 5%, segundo nota do diretor de pesquisa para mercados emergentes, Michael Gavin. O banco mantém a projeção do PIB para 2005 em 4,4%.O UBS também revisou as projeções para a taxa Selic no fim de 2004 de 12,75% ao ano (projeção anterior) para 15%. Elevou também a previsão de inflação deste ano de 6% para 7% e para 2005 de 4,8% para 5,39%. A projeção para a taxa de câmbio para o final do ano no Brasil foi mantida em R$ 3,10.O diretor do banco destaca na nota que "durante a semana passada, importantes evidências continuaram a indicar que a recuperação econômica está ganhando força e amplitude no Brasil". Ele diz ainda que há "um aumento significativo na produção de bens de consumo não sensíveis ao crédito", um indicador importante já que "até recentemente a recuperação brasileira vinha sendo muito dependente das exportações e de bens de consumo sensíveis ao crédito".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.