Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Banco dos EUA rebaixa recomendação sobre Brasil

O banco norte-americano J.P. Morgan reduziu sua recomendação para o Brasil a "marketweight" (volume médio, de mercado), da posição "overweight" (volume acima do de mercado), dizendo acreditar que "o cenário externo é menos favorável e que o governo perdeu uma importante janela de oportunidade para lançar uma agenda de reformas mais positiva". Segundo nota assinada pelo estrategista Drausio Giacomelli, no campo econômico, a perspectiva de crescimento continua incerta, como ficou evidente no relatório de fevereiro sobre a produção industrial. "Além disso, estamos mais preocupados (do que anteriormente) com as perspectivas fiscais, já que o desempenho fiscal em janeiro e fevereiro foi inferior as trajetórias de anos anteriores; o governo tem sido mais permissivo nas negociações salariais com os servidores e pensionistas; e o governo parece estar considerando sugestões para mudança nas metodologias de superávit primário ou aplicação de mecanismos anticíclicos, que podem trazer volatilidade na relação dívida/PIB". A nota diz ainda que a instituição "acredita que o governo irá cumprir as metas com o FMI, mas que a qualidade dos resultados fiscais se deteriorarão e terão impacto negativo sobre as perspectivas de crescimento. O governo pode reverter as notícias negativas, mas os sinais recentes sugerem preocupação".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.