Caude Diniz/Inter
Caude Diniz/Inter

Banco Inter anuncia plano de reorganização de estrutura acionária e convoca assembleia

Em abril, o Inter recebeu aprovação presidencial para ter até 100% de seu capital em poder de estrangeiros

Reuters, O Estado de S.Paulo

11 de junho de 2019 | 14h06

O Banco Inter anunciou nesta terça-feira, 11, plano de reorganização da estrutura societária, que prevê o desdobramento de ações e conversão dos papéis em units, ao mesmo tempo em que busca elevar o nível de governança corporativa e assegurar maior liquidez a longo prazo para acionistas.

A proposta prevê listagem das ações ordinárias de emissão do banco à negociação perante a B3 e implementação de um programa de emissão de certificados de depósitos de ações do banco para a formação de units (compostas de 1 ação ordinária e 2 ações preferenciais).

O plano também contempla o desdobramento da totalidade das atuais 101.534.167 ações, sendo 50.767.085 ordinárias e 50.767.082 preferenciais, na proporção de 1 ação para 6 ações da mesma espécie, com o capital social do banco passando a ser formado por 609.205.002 ações. A proposta ainda inclui pedido de migração do Inter ao segmento especial Nível 2 de governança corporativa da B3.

O banco acrescentou que o movimento será importante para sustentar o ritmo de crescimento experimentado desde a sua abertura de capital, com destaque para o atingimento de mais de 2 milhões de correntistas no primeiro trimestre de 2019.

Em abril, o Inter recebeu aprovação presidencial para ter até 100% de seu capital em poder de estrangeiros, se necessário. O banco é controlado pela família Menin, que detém 57,9% do seu capital e também controla a construtora MRV Engenharia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.