coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Banco Mundial aprova empréstimo de US$ 1,1 bi para Brasil

A diretoria executiva do Banco Mundial aprovou um empréstimo de US$ 1,1 bilhão para o Brasil, que será usado para financiar o crescimento do país, melhorias na infra-estrutura das estradas federais e a redução da pobreza das populações rurais dos estados do nordeste. A diretoria também discutiu o relatório sobre progressos na estratégia de assistência ao país, que avalia os progressos no médio prazo e descreve os ajustes que estão sendo feitos para fortalecer mais a contribuição do Banco Mundial no Brasil. Segundo nota divulgada pelo Banco Mundial, US$ 601,5 milhões serão aplicado no Segundo Empréstimo Programático para Crescimento Sustentável e Eqüitativo, que irá consolidar as realizações fundamentais do Brasil implementadas pela agenda de reformas microeconômicas em 2004-2005. O empréstimo irá dar suporte da medidas específicas com objetivo de reduzir os custos de logística, melhora do ambiente de investimento, aprofundamento da intermediação financeira e melhora da absorção da tecnologia e inovações. O programa tem como objetivo aprofundar as reformas necessárias para fortalecer a perspectiva de crescimento no longo prazo. O Banco Mundial informou que outros US$ 501,25 milhões serão aplicados no Projeto de Transporte Rodoviário, que tem como objetivo estimular um maior crescimento econômico através do aumento da eficácia no uso da infra-estrutura das estradas federais do Brasil. "Isso será alcançado através do apoio a primeira fase do Programa de Reabilitação e Manutenção das Estradas Federais do governo brasileiro e um amplo programa de fortalecimento de atividades institucionais para melhorar a eficácia e sustentabilidade dos programas de investimento em transporte rodoviário", diz a nota do Banco Mundial. Finalmente, US$ 37,5 milhões serão usados para reforçar o programa de redução da pobreza na zonal rural do Ceará. O empréstimo aprovado pelo Banco Mundial é em dólar e tem um prazo de pagamento de 17 anos, incluindo cinco anos de carência. As informações são do site do Banco Mundial (http://www.worldbank.org/).

Agencia Estado,

06 de junho de 2006 | 17h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.