Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Banco Mundial vê crescimento chinês menor e inflação mais alta

O Banco Mundial reduziu nestasegunda-feira sua projeção para o crescimento da China e elevousua estimativa de inflação, mas afirmou que Pequim tem forteposição para manter a demanda se a economia global piorarmuito. O banco afirmou em atualização trimestral que agora esperaque o Produto Interno Bruto (PIB) chinês cresça 9,6 por centoem 2008, o que seria seu menor crescimento desde 2002. Em seu relatório anterior, de setembro, exatamente quando oaperto global de crédito se intensificava, o banco haviaprojetado crescimento de 10,8 por cento em 2008. "Dada a atual incerteza sobre as perspectivas globais, osriscos são maiores que o normal, especialmente os maisnegativos", aponta o banco. Mas os economistas do banco afirmaram que a China está bemposicionada para lidar com um moderado desaquecimento globalgraças a sólidos fundamentos domésticos, incluindo altalucratividade e melhora no consumo. "A China entra em 2008 com muita força na economiadoméstica", disse o economista sênior Louis Kuijs emconferência. A China pode facilmente impulsionar mais a economia, casoseja necessário, flexibilizando a política fiscal --o país temum déficit orçamentário muito baixo-- ou aliviando os limitesde crédito que o banco central tem colocado para evitar umsuperaquecimento. "Preocupações de inflação tornam um corte de juros ou umafrouxamento no gerenciamento da liquidez menos óbvios.Incertezas nas perspectivas pedem vigilância e flexibilidade",afirma o relatório. O banco agora espera que os preços ao consumidor cresçam4,6 por cento em média este ano, acima dos 3,8 por centoprojetados em setembro. A inflação no ano até dezembro foi de 6,5 por cento, pertodo nível mais alto em 11 anos, e os mercados financeirossuspeitam que a taxa irá bater os 7 por cento em janeiro efevereiro por conta da escassez de alimentos decorrente doinverno mais rigoroso em 50 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.