Banco português aceitará remessa de brasileiro no exterior

A Caixa Econômica Federal e o Banco Comercial Português (BCP) assinaram hoje um protocolo de intenções que irá permitir aos brasileiros residentes no exterior enviar recursos ao País por meio das agências da instituição portuguesa. Até o final do ano, a Caixa pretende oferecer o mesmo serviço à comunidade lusitana no Brasil. O protocolo estabelece um prazo máximo de seis meses para que o serviço entre em operação.Segundo o vice-presidente da Caixa, Wilson Risalia, os emigrantes não precisarão abrir uma conta corrente no BCP para usar o serviço. Mas o vice-presidente mundial do BCP, Christopher de Beck, acredita que fazer contato com esse universo de potenciais clientes será a principal vantagem da operação. ?A parceria é interessante para ambas as partes e para os clientes?, disse o executivo do BCP.O prazo para envio do dinheiro e recebimento no Brasil será de 48 horas. As remessas destinadas a saque no País custarão aos emigrantes 2,58% do valor remetido. No caso de envio para formação de poupança, a tarifa cobrada será de 2,45%. A remessa de recursos não precisará ser feita, necessariamente, para uma conta corrente em nome do remetente. ?O envio poderá ser feito para outra pessoa, desde que isso seja indicado no ato da remessa e que essa pessoa seja correntista da Caixa?, disse Risalia.O BCP possui cerca de 1.100 agências em Portugal e outras 500 espalhadas pelo mundo. Um dos principais objetivos da Caixa é atender os emigrantes que vivem nos Estados Unidos, Europa e Japão, onde existe uma comunidade de cerca de 300 mil brasileiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.