Banco Rural demitirá 677 funcionários e fechará 28 agências

O Banco Rural definiu os números referentes à desmobilização de agências e dispensa de pessoal, como parte de seu processo de reestruturação. A instituição financeira decidiu pelo desligamento de 677 funcionários - de um total de 1.825 - e fechamento de 28 de suas 72 agências espalhadas pelo País. De acordo com a assessoria de imprensa do Rural, do total de funcionários desligados, 412 tinham aderido ao Programa de Demissão Voluntária (PDV), lançado no final de agosto. Conforme o banco mineiro, a maior parte foi dispensada ontem. As agências serão desativadas num prazo máximo de 30 dias. Em Belo Horizonte, sede do Rural, o corte de pessoal chegou a 242 pessoas e duas agências serão fechadas. Outras oito agências sediadas em São Paulo serão desativadas e 111 funcionários desligados. Os cortes de pessoal e estrutura física atingiram também a regional Rio de Janeiro/Espírito Santo e operações na região nordeste. Segundo informações da vice-presidente de Suporte Operacional do Rural, Ayanna Tenório, os ativos do banco foram reduzidos de R$ 4,8 bilhões no ano passado para R$ 1,7 bilhão.

Agencia Estado,

27 Setembro 2005 | 13h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.