Banco Safra passa ao controle de José Safra após acordo

Os irmãos José e Moise Safra fecharam ontem acordo pelo qual o primeiro assume a totalidade do capital do Grupo Financeiro Safra e, assim, se torna o único acionista. Os irmãos manterão os investimentos conjuntos na Aracruz Celulose.Segundo nota divulgada, a estrutura e o volume do capital do banco não serão alterados, e as operações do grupo serão mantidas. O Safra é o oitavo maior banco do mercado brasileiro e o sexto maior do setor privado, segundo o Banco Central. O Safra encerrou março com ativos de R$ 52,1 bilhões."O acordo confere a cada um e às suas respectivas famílias maior flexibilidade para manter e desenvolver seus próprios negócios", diz o comunicado. Os termos do compromisso não serão divulgados, "devido à natureza familiar e privada" do contrato.Os irmãos José e Moise Safra destacam, na nota, que sempre foram sócios e que cresceram e construíram juntos por mais de 50 anos. "Por meio deste acordo, cada um de nós poderá concentrar suas energias no desenvolvimento, a longo prazo, do potencial de negócios de nossas próprias empresas. Com essa decisão de caráter exclusivamente empresarial, teremos a oportunidade de trabalhar lado a lado com os nossos filhos", afirma o comunicado. O acordo está sujeito à aprovação das autoridades regulatórias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.