Bancos adotam o Português para produtos

Palavras e expressões estrangeiras tendem a desaparecer das agências bancárias. Sinais da incompreensão de termos como personal banking já fizeram alguns bancos decidir renomear serviços e produtos, traduzindo-os para o português. Pesquisa feita pelo Banco do Brasil mostra que os brasileiros reclamam não apenas dos mal-entendidos, mas dizem que os estrangeirismos não combinam com empresas brasileiras.As reclamações mais freqüentes recebidas pelo BB exemplificam o problema. De acordo com o assessor da Divisão de Gestão da Marca do banco, Kadiê Medeiros, muitos clientes do personal banking (caixas eletrônicos) não entendiam por que o atendimento feito por uma máquina tinha um nome que lembrava "banco pessoal". Agora o serviço passará a se chamar auto-atendimento. A Caixa Econômica Federal também indica que pretende falar com os clientes no mesmo idioma. A Caixa lança amanhã o novo nome do cartão de crédito da instituição: Cartão da Caixa, em substituição ao Federal Card. Até os bancos estrangeiros instalados no País têm evitado termos em outras línguas. O diretor de Marketing do HSBC, Carlos Eduardo Wanderley, diz que a regra é usar nomes locais para seus produtos. Só pacotes de alcance mundial mantêm o nome original em inglês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.