Bancos argentinos são destruídos em várias cidades

Vários bancos foram destruídos nas Províncias de Jujuy e Santa Fé. Manifestantes quebraram as fachadas dos bancos Nación, Galícia, Credicoop, Bisel e Nuevo Banco de Santa Fé, na cidade de Casilda. Na cidade de Jujuy, as instituições atacadas foram o Citibak, Macro e Boston.Em ambas as cidades, os manifestantes também protestam em frente às empresas de serviços públicos e órgãos de arrecadação de impostos. Enquanto isso, em Buenos Aires, os desempregados fazem manifestações em frente aos Ministérios da Saúde e do Trabalho.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.