finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Bancos centrais reafirmam sinais de estabilização

Os maiores bancos centrais do mundo concluíram hoje, na Basileia, que a economia mundial já dá "claros sinais de estabilização". O encontro ainda concluiu que as medidas excepcionais tomadas por governos de todo o mundo "evitaram uma depressão". A reunião dos BCs, que contou com a presença de Henrique Meirelles e do presidente do Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano), Ben Bernanke, estimou também que os riscos ainda não foram totalmente superados, apesar da conclusão positiva.

JAMIL CHADE, Agencia Estado

09 de novembro de 2009 | 11h09

"Confirmamos o fim da queda livre das economias. Vimos uma melhoria nos mercados e uma série de elementos confirmando que evitamos uma depressão", afirmou o Presidente do Banco Central Europeu Jean Claude Trichet, que atua como porta-voz dos BCs. "O risco de depressão foi uma ameaça real", completou Trichet.

Tudo o que sabemos sobre:
BCencontroBasileia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.