Bancos chineses devem ter menor crescimento no lucro desde IPO

Os quatro principais bancos da China caminham para o crescimento mais fraco de seus lucros anuais desde que abriram capital, à medida que os cortes nas taxas de juros do banco central do país no meio do ano terão impacto nas instituições, cortando as margens de empréstimos.

KELVIN SOH, Reuters

31 Outubro 2012 | 09h08

Depois de apresentar ganhos de mais de 20 por cento por anos, os quatro bancos conhecidos como "Big Four", liderados pelo Industrial and Commercial Bank of China (ICBC), devem divulgar um crescimento de apenas 5 por cento em 2012, de acordo com a Thomson Reuters Satrmine.

Este seria o crescimento mais fraco desde que o China Construction Bank Corp (CCB) abriu seu capital em 2005, sendo o primeiro dos grandes a fazer isso. A desaceleração segue também os cortes de juros do banco central da China em junho e julho.

"À medida que os empréstimos chegam à sua maturidade, eles terão que ser reprecificados para baixo, baseados na nova taxa referencial", disse Bill Stacey, analista da KBW em Hong Kong.

A estimativa surge após os bancos, incluindo o Agricultural Bank of China e o Bank of China, terem superado as expectativas de lucro no terceiro trimestre, ajudados pela decisão do banco central de permitir aos bancos definirem suas prórias taxas de empréstimos.

O ICBC, cujo valor de mercado é aproximado ao do Bank of America, Morgan Stanley e Goldman Sachs juntos, disse nesta quarta-feira que espera que as margens flutuem en torno dos níveis atuais.

Mais conteúdo sobre:
BANCOS CHINA LUCROS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.